quem sou?

Minha foto
Cigarros e café, calmo e agressivo que acaba empaticamente apático. No inverno se sente bem e olhando para o oceano sabe que nada mal pode acontecer.

quinta-feira, 28 de junho de 2012

influxo eletrônico anal

É incrível como o ser humano possui a a inclinação para a destruição de outro ser humano, vejo isso principalmente nas pessoas mais jovens, que deveriam ter a mente mais aberta, mas por ter tanto fluxo de informações acabam por ter o cérebro afunilado produzindo pequenas massas encefálicas de ervilhas podres.
Individuais, só escutando e aceitando aquilo que os beneficiam, não lutam mais por liberdade, liberdade real, independência, de tudo de todos de si mesmos.
É uma pena que não raciocinem mais.
Conheci uma pequena garota certa vez, com grande potencial de certo grau de genialidade, mas a pouco tempo percebi que sua mente se tornou podre igual às outras maçãs que costumam estar nas mesma cesta dela...., deixou as pessoas lavarem e levarem sua mente, é uma pena que tenha se tornado na mesma falsidade que se baseia o mundo social de hoje, é uma pena que não compreenda o esforço de alguém que busca a simplicidade e a liberdade.
simplicidade e liberdade
como podem não entender?
está tudo perdido
é uma pena que os olhos são para condenar tudo, menos a si próprios em seu narcisismo doentio.

Nenhum comentário: