quem sou?

Minha foto
Cigarros e café, calmo e agressivo que acaba empaticamente apático. No inverno se sente bem e olhando para o oceano sabe que nada mal pode acontecer.

sábado, 11 de junho de 2011

íon K

ela caminhou até chegar no sol e lá ela deixou sua sombra
é leve como o ar, a neve branca sempre te faz pensar

todas as coisas falsas duram para sempre
enterrando o nosso câncer pulmonar
tudo lindo, tudo calmo, multicolorido, antinatural

novamente ela insiste em prender a lua no quintal
é tão fácil, fácil se cortar no inverno nevam folhas de jornal

os seus olhos são tão claros
e eu fico cego e perdido olhando pra você
o som fica tão calmo sem nós dois
mas o sol sempre brilha quando você volta


Nenhum comentário: